Pesquisa personalizada

OUÇA TEMAS DA BÍBLIA AGORA:

REALIZE UMA CAPACITAÇÃO, PALESTRA OU OFICINA SOBRE INDISCIPLINA, BULLYING E ATO INFRACIONAL:

Pesquisa personalizada

10 abril 2017

Adolescentes e Jovens para a Educação Entre Pares - Fascículos em pdf




A série de fascículos Adolescentes e Jovens para a Educação entre Pares, do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), como o próprio nome indica, é destinada a adolescentes e jovens. Tem como objetivo auxiliá-los(as) no desenvolvimento de ações de formação para promoção da saúde sexual e saúde reprodutiva, a partir do fortalecimento do debate e da participação juvenil.


Abaixo os links para download de cada fascículo:

Adolescências: Juventudes e Participação:
http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Adolescencia.pdf


Diversidades Sexuais:

http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Diversidades.pdf

Álcool e outras drogas:

http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Diversidades.pdf

Gêneros:

http://spe-gge-rj.blogspot.com.br/2010/07/guia-adolescentes-e-jovens-para.html

Metodologia de Educação entre pares:

http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Metodologia.pdf

Prevenção das DST, HIV e Aids:
http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Prevencao_DSTs.pdf

Raças e Etnias:

http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Racas_Etnias.pdf

Sexualidades e Saúde Reprodutiva:
http://www.undime-rj.org.br/arquivos/spe/Folder_Sexualidade.pdf

“Todos contra o Aedes aegypti” é o tema da primeira edição do concurso Escola Promotora de Saúde

O conhecimento é a melhor arma contra o Aedes aegypti.

Diretores, professores e estudantes da rede pública de Santa Catarina: reúnam seus colegas e participem da primeira edição do concurso Escola Promotora de Saúde.


Os melhores projetos serão premiados!

Clique na Imagem Acima Para Acessar o Regulamento!

27 janeiro 2017

Aluna obrigada a urinar em balde recebe indenização de US$ 1,25 milhão


Uma estudante da Califórnia recebeu 1,25 milhão de dólares de indenização por ter sido obrigada a urinar em um balde, depois de não ter recebido permissão para ir ao banheiro.

Um júri de San Diego decidiu na quarta-feira a favor da ex-aluna do colégio Patrick Henry, que apresentou uma queixa após o incidente em 2012, na qual reclamava uma indenização de 25.000 dólares.

De acordo com a denúncia, a adolescente, que tinha 14 anos no momento da situação vexatória, não recebeu autorização para ir ao banheiro porque o colégio tinha regras muito rígidas.

A professora sugeriu que ela fizesse xixi em um balde dentro de um armário usado para guardar objetos, no fundo da sala, e que depois jogasse a urina em um lavabo.

O episódio foi humilhante e provocou várias piadas e mensagens obscenas de outros estudantes, o que levou a jovem a tentar o suicídio, como a vítima explicou durante o julgamento que durou três semanas.

"Isto nunca deveria ter acontecido com uma jovem de 14 anos", afirmou à AFP o advogado da vítima, Brian Watkins, antes de admitir que este é um dos casos "mais incomuns" em que trabalhou.
O advogado disse que a cliente, atualmente com 18 anos, está satisfeita com o veredicto e continua fazendo terapia para superar o trauma.

Os representantes do distrito escolar explicaram que a professora, que está em licença administrativa e nunca mais retornou ao colégio após o incidente, pensava que estava apenas aplicando as regras.
"Em um momento de falta de clareza, pensou que era uma boa ideia", afirmou Katheryn Martin, advogada dos acusados.[Fonte: Yahoo]
Pesquisa personalizada