Pesquisa personalizada

OUÇA TEMAS DA BÍBLIA AGORA:

REALIZE UMA CAPACITAÇÃO, PALESTRA OU OFICINA SOBRE INDISCIPLINA, BULLYING E ATO INFRACIONAL:

Pesquisa personalizada

29 março 2012

Atividades de Prevenção da Obesidade - EEB João Colin


Joinville,21 de março de 2012


TEMA TRABALHADO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A OBSESIDADE




Na disciplina de matemática foram trabalhados primeiro a conscientização sobre a obsesidade que já está atingindo grande parte da população mundial.
Os alunos do 3°(1), 3º(2 ) e 3º(3) Trabalharam a estatística de alguns países fazendo a comparação da a taxa dos obesos, foram confeccionados cartazes contendo gráficos e tabelas, os quais fizeram a exposição na escola.
Esses cartazes serviram para conscientizar também os alunos da importância de uma alimentação saudavel e a prática de um esporte, para prevenção de algumas doenças que se pode contrair através da obsidade.

Professora de matemática; Sônia Mara Barboza da Silva


 
Planejamento
Conteúdo: Prevenção da obesidade (tema transversal).
Objetivo: Estudar sobre a obesidade a partir da poiética de alguns artistas.
Objetivo específico: Ler e reler imagens de trabalhos de artistas na qual é possível identificar o tema da obesidade.
Metodologia: A temática foi trabalhada com as turmas de 1ª à 5ª série. E as atividades foram planejadas com ênfase no conteúdo que os estudantes estavam estudando, conforme a tabela a seguir:
SÉRIE
ÊNFASE
ATIVIDADE
Tipos de linhas
Releitura
Cores primárias
Releitura
Cores secundárias (composição)
Releitura
Cores complementares (composição)
Leitura e releitura
Cores complementares (composição)
Leitura e releitura

Os estudantes reuniram-se em grupo de quatro integrantes para realizarem a (s) atividade (s). Contudo, cada estudante realizou a atividade em seu caderno.
Segue algumas perguntas que estimularam os estudantes a observarem, a lerem e a relerem as imagens:
  • O que é uma alimentação saudável?
  • Você pratica alguma atividade física?
  • Você conhece essa imagem?
  • Qual é o título da imagem que você observa?
  • Qual é o nome do autor?
  • O que está acontecendo na imagem?
  • Quais são as características das personagens?
  • Na imagem você identifica as cores primárias? Comente onde você as identifica.
Relação de imagens utilizadas para a leitura e releitura de imagens (vide em anexo:
  • Fernando Botero. O conquistador. 1984.
  • Fernando Botero. Retrato oficial da junta militar. 1971.
  • Fernando Botero. Uma família. 1989.
  • Rochelli Costi. Toalhas – frutas podres. 1996 – 97.
  • Gustavo Rosa. Pelé. 2006.
  • Gustavo Rosa. Doe sangue. (campanha publicitária, 2012).
Recursos e materiais: Sala de aula, quadro, giz, lápis de cor, lápis de escrever, borracha, apontador, caderno de desenho e imagens (material selecionado e preparado pelo educador).
Avalição: Atividade (s) no caderno.
Releitura:
- Representar os tipos de linhas e agregar novos símbolos a imagem.
- Colorir a releitura apenas com as cores primárias.
- Compor as cores secundárias ao colorir a releitura.
- Compor as cores secundárias ao colorir a releitura.

Leitura de imagem;
  • Observação atenta da imagem e escrita coerente com as perguntas do roteiro de leitura.
* ANEXOS:
Gustavo Rosa. Pelé. 2006


Rochelli Costi. Toalhas – frutas podres. 1996 – 97.


Fernando Botero. Um fámilia. 1989


 
ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOÃO COLIN
PROJETO: Prevenção da Obesidade
TURMAS: 3° Ano 1, 2, 3 e 4
NÍVEL DE ENSINO: Médio
TURNOS: Matutino e Vespertino
NÚMERO DE ALUNOS: 120 ( 30, 36, 31 e 23)
PROFESSORA: Michelle Dominoni
DISCIPLINA: Biologia
BIMESTRE: 1°
DATA: 17/02/2012, 24/02/2011 e 08/03/2012.

JUSTIFICATIVA

A Biologia influencia diretamente na conduta do indivíduo, pois permite um estudo mais investigativo e detalhado dos seres vivos e dos processos biológicos envolvidos, o que possibilita uma postura mais crítica dos alunos diante de situações reais, desse modo, o estudo da hereditariedade e propensão à obesidade promove a criação de significados ao conhecimento científico ampliando a compreensão sobre a realidade.

CONTEÚDO
Hereditariedade:
- Determinação genética e a obesidade.

OBJETIVOS:
  • Compreender a hereditariedade e a propensão genética;
  • Estudar os principais modos de transmissão das características genéticas;
  • Estabelecer correlação entre ambiente e genética, conhecendo fatores ambientais que modificam a expressão gênica.
  • Identificar mecanismos de prevenção à obesidade.
  • Refletir sobre dietas e sedentarismo.

CRONOGRAMA:
3 aulas

PLANEJAMENTO DAS AULAS:
1ª aula:
Expositiva dialogada: através do texto “ O que significa dizer que uma característica é hereditária” proporcionar aos educandos conhecimentos para a identificação dos mecanismos genéticos responsáveis pela transmissão dos caracteres nas famílias e nas populações.
2ª aula:
- Explorando as ideias do texto com os questionamentos:
1. Analise a frase seguinte: Todos os filhos de um casal de pessoas obesas serão, obrigatoriamente, obesos. A frase lhe parece correta ou incorreta? Explique.
2. Reescreva a frase do item 1, de forma a torná-la correta. Use, na sua resposta, os termos genes, propensão, dieta e sedentarismo.
- Correção da atividade.
3ª Aula:
- Confecção de frutas para as camisetas que serão usadas pelas crianças (representarão a escola no desfile do dia 9 de março de 2012).

CONCLUSÃO E AVALIAÇÃO
A genética abordada no texto envolveu questões biológicas, psicológicas e de saúde pública, o que contribuiu com elementos para que os educandos refletissem sobre a transmissão das características nas famílias e nas populações, com enfoque maior na obesidade.
Os educandos concluíram que a propensão genética à obesidade pode existir nas famílias, porém uma dieta equilibrada e exercícios físicos diários fazem parte de uma vida saudável e consciente.
A Confecção de frutas reforçou a idéia nos educandos da necessidade de comê-las diariamente e estimulou alguns que não comiam determinadas frutas a repensar na possibilidade de experimentar, pois são muitos os benefícios nutricionais oferecidos.
O desfile no dia 9 de março de 2012 com as frutas teve como objetivo conscientizar a comunidade.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
SANTOS, Fernando Santiago dos & AGUILAR, João Batista Vicentin & OLIVEIRA Maria Martha
Argel de. Ser Protagonista – Biologia Ensino Médio - Volume 3. 1ª ed. São Paulo: SM, 2010.
SILVA Jr, Cesar da & SASSON, Sezar & CALDINI Jr, Nelson. Biologia - Volume 3 . 9ª ed. São
Paulo: Saraiva, 2010.


 
Relatório
Semana de Mobilização da Saúde na Escola
Disciplina: Artes
Professor: Josias de Oliveira (Ensino Médio)
Turmas: 3- 2 e 3- 3
Teatro: G.A – Gordinhos Anônimos
Tema: Prevenção da Obesidade
OBS: O teatro foi apresentado no dia 12/03/12, no pátio coberto. Foram 4 apresentações em etapas por turmas, primeiro turmas do fundamental, séries iniciais e finais , depois as turmas do Primeiro ano do Ensino Médio, depois as do Segundo ano e por último as do Terceiro ano.
O teatro começa com a fala do terapeuta:
Fala do terapeuta (aluno Douglas)
- Estamos iniciando uma de nossas reuniões e eu convido vocês para participarem...Quem gostaria de ser o primeiro?
Fala da aluna Rute:
-Oi meu nome é Maria!
-Eu estou no GA desde que ele começou. Quando eu iniciei eu pesava 90kg, hoje eu peso 60kg. Eu superei a obesidade trocando os fast-foods por arros feijão e muita salada, e as frutas por refrigerantes. Caminho 5km todos os dias, e até hoje não faltei em nenhuma reunião do Grupo. Hoje é meu último dia aqui, gostaria de agradecer o apoio de todos vocês e desejar boa sorte e sucesso!
Fala do terapeuta:
- Espero que todos sigam o exemplo de assiduidade e comprometimento de Maria... Quem gostaria de falar agora?
Fala da aluna Elizabeth:
Oi meu nome é Dani. Pois bem, eu sempre fui uma pessoa muito nervosa e muito ansiosa, e pra passar meu nervosismo e minha ansiedade, eu como muito fast-food, muito doce... Porém, eu acabo adquirindo um peso que me deixa triste, e pra passar a tristeza, eu como novamente... Só que eu percebi que isso estava me fazendo mal e que eu precisava adquirir uma alimentação saudável, por isso resolvi frequentar o G.A. Será que vocês podem me ajudar?
Fala do terapeuta:
-Eu aconselharia você a fazer uma contagem de 0 a 1000 antes de comer, ou trocar a comida por exercícios físicos nesses surtos... Próximo?
Fala da aluna Priscila:
"Meu nome é Priscila. Eu não sou gorda como podem ver, porem já pesei 130kg. Eu comecei um tratamento para perder peso e acabei adquirindo uma doença que poucos conhecem, que é a anorexia. É minha primeira e última vez no grupo. Eu só vim mesmo pra dar um toque a vocês. Tomem cuidado com os tratamentos que fazem, para não acabarem adquirindo algo pior que a obesidade, como eu. Obrigada."
Fala do terapeuta:
-Anorexia, para quem não sabe, é um disturbio onde a pessoa tem uma compulsão de perder peso, e faz qualquer coisa para que esse processo aconteça , seja saudável ou não. Eu aconselho você a ficar conosco mais um tempo... Próximo?
Fala da aluna Jessica Ortiz Pereira:
OI meu nome é Martinélia! Estou aqui, porque realmente estou gordinha.
Também! Da pra ver com essa roupa que me deixa com uns 15 kilos a mais do que eu realmente tenho! Eu juro, mais eu juro mesmo que eu tento eu tento emagrecer, mas toda vez que eu olho pro espelho eu desanimo, é triste mesmo ein, não aguento mais, só eu não sei te dizer se eu sou gorda mesmo ou é a roupa que me deixa obesa, por isso como o dia todo!
Fala da aluna Nicolle Vargas:
- Sabe o que é... desculpem já ir falando... meu nome é Lara. Então eu e a Martinélia temos uma convivência muito próxima, e tudo isso que ela tem agora,acabou passando pra mim. Eu acabo reparando em tudo que eu coloco,todas as roupas que eu coloco mesmo. E isso me deixa estressada, nervosa, anciosa,e ai acabo comendo toda hora em qualquer horário do dia.
Fala do terapeuta:
-Infelizmente Sra. Martinellia, seu problema não são apenas as roupas, nós vamos tratar seus disturbios alimentares , para que tire o peso, nos dois sentidos, de cima de sua amiga Lara...De quem é a vez?
Fala da aluna Ana Carolina:
Oi, meu nome é Luiza. Quando voltei do Canadá, uma amiga me disse que eu tinha um distúrbio alimentar.
Mas... eu não sabia o que era distúrbio alimentar, então ela disse que eu tinha bulimia.
Mas... eu também não sabia o que era bulimia, e ela explicou que era quando uma pessoa come muito e depois força o vômito.
Eu faço isso é verdade, mas quem aqui não faz?!
Isso não é um distúrbio né gente, ou é!?
Fala do terapeuta:
- Sim, podemos te ajudar, você tem um problema, chamado bulimia, onde a pessoa busca emagrecer vomitando ou ingerindo laxantes, o pior é que isso não emagrece realmente e prejudica o sistema digestório, peço que fique conosco Luiza...E agora?
Fala do aluno Adriano Nielsen:
- Bom, meu nome é.... poxa vida como era meu nome mesmo? (Algum tempo de interação com a plateia) Há! Lembrei é Harry! Tá mais isso não vem ao caso. Como ia dizendo, estou aqui porque tenho um problema. Só não lembro qual.... Acho que é com o peso. Deve ser por causa que como muitos pratos... mais espere, comer pratos é meio estranho, pelo fato de serem de porcelana. Mias em fim, meu problema é com o peso, Já tentei fazer alguma dieta. Só não lembro como e quando...
Fala do terapeuta:
-Fica evidente que você tem problemas Harry...vamos iniciar com você anotando tudo o que come, e anote para que não esquece de anotar , vamos tratar seus distúrbios alimentares, mas os de memória não, vou passar para você o número do telefone de um amigo, especialista nisso... Ok!
Fala final do terapeuta (mensagem):
Pessoal! vivemos em uma sociedade exigente que nos “impõe e obriga” de certa forma a entrar em “seus padrões estéticos” para assim sermos aceitos por ela, então, busquem emagrecer por saúde e não para se moldar aos padrões da sociedade, porque quem gosta de você por estética, realmente não gosta de você! Você precisa primeiro gostar de si próprio como você é, ter uma boa autoestima, e procurar hábitos saudáveis para a sua vida!
Encerra-se o teatro como todos saindo para irem comer um sanduíche natural.

 
Profª Cristina Ferronatto

Educação Física

Durante a Semana de Mobilização da Saúde na Escola, com o tema Prevenção da Obesidade, foi trabalhado dentro da disciplina de Ed. Física a questão dos benefícios da atividade física para a saúde e a relação entre consumo e gasto de energia. Os alunos também foram pesados e medidos para fazer o cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal) e relacionar de acordo com a tabela do IMC.
Os alunos também desenvolveram um trabalho com o cálculo do IMC de seus familiares. As turmas que trabalharam o tema na minha disciplina foram 6ª, 7ª, 8ª, 1º1, 1º2, 1°3 e 1º6.

Algumas fotos da semana da saúde e da prevenção da obesidade:

















28 março 2012

Atividade de Prevenção da Obesidade - EEB Conselheiro Mafra


Na Semana da Saúde, tivemos como base o uso da cartilha Segurança Alimentar sua saúde dia-a-dia.

Justificativa:

Para não termos adultos obesos devemos iniciar o processo de conscientização com os pequenos.
Uma alimentação saudável, que acompanhe a pessoa por toda sua vida, deve ser iniciada e compreendida em sua infância.
Sabe-se que é na infância que os hábitos alimentares são formados e a capacidade de autocontrole sobre o que se deve comer e a quantidade de alimento.
Por isso veremos o que são nutrientes, carboidratos, lipídios e vitaminas. Iremos conhecer algumas vitaminas, onde são encontradas, qual sua função no corpo e quais os efeitos da carência.
Analisaremos também o que causa a obesidade, os sintomas, causas e a prevenção.
Ao fim da Semana faremos um piquenique saudável, cada criança fica responsável em trazer algumas frutas e sucos naturais.

Objetivos:

Conscientizar as crianças sobre a necessidade de se ter uma alimentação saudável;
Identificar, o que são carboidratos, lipídios e nutrientes;
Reconhecer as diversas vitaminas necessárias para o corpo;
Estabelecer relação entre a boa e a má alimentação para se ter uma boa qualidade de vida;
Estar ciente que a má alimentação pode causar riscos a saúde e causar a obesidade;
Desenvolver hábitos de educação alimentar saudável;
Identificar que a obesidade é causada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal e que traz prejuízo à saúde do indivíduo.






Cartilhas Sobre Drogas da SENAD - Clique na Imagem!!


Curso Gratuíto de Prevenção de Drogas - Pais Conectados - Clique na Imagem para Acessar!




Aberto processo seletivo para financiamento de eventos em 2012


Será destinado R$ 1,5 milhão para organizações da sociedade civil que atuam nas áreas de aids, outras DST e hepatites virais

Organizações não governamentais que atuam na área de aids, outras doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais já podem se candidatar ao financiamento de eventos em 2012. O prazo se estende até 17 de abril. No total, será investido R$ 1,5 milhão. A iniciativa é do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O edital completo está disponível em www.aids.gov.br/editais.

Serão priorizados eventos que discutam um ou mais dos seguintes temas:
·         Inovações no campo da promoção de saúde e prevenção das DST/HIV/aids e hepatites virais;
·         Promoção de direitos humanos, redução do estigma e da discriminação às pessoas vivendo com HIV/aids e portadores de hepatites virais;
·         Populações mais vulneráveis às DST/HIV/aids e às hepatites virais;
·         Incentivo ao aumento da cobertura da testagem para diagnóstico precoce e prevenção da transmissão vertical do HIV;
·         Prevenção das DST, com ênfase no incentivo à prevenção da sífilis na gestação (gestante e parceiros); e
·         Protagonismo e participação social de pessoas vivendo com HIV/aids e portadores de hepatites virais.

As propostas devem ser apresentadas por organizações da sociedade civil com experiência de três anos na área, no mínimo. Outro pré-requisito é que a abrangência das atividades seja regional ou nacional. O resultado da seleção será divulgado no dia 21 de maio deste ano.


AVISO DE CONFIDENCIALIDADE
Esta mensagem e seus anexos são de uso exclusivo de pessoas e entidades autorizadas pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais e podem conter informações confidenciais e/ou privilegiadas. É proibido revelar, alterar, copiar, divulgar ou se beneficiar, direta ou indiretamente, destas informações sem a autorização de seus autores. Se você recebeu este e-mail por engano, por favor, informe ao remetente e apague a mensagem imediatamente. O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais se reserva o direito de pleitear ressarcimento pelos prejuízos decorrentes do uso indevido das informações e de requerer a aplicação das penalidades cabíveis.

26 março 2012

Projeto de Prevenção da Obesidade - EEB Dom Gregório Warmeling



ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO
GERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO
E.E.B. DOM GREGÓRIO WARMELING
Av. São Francisco do Sul, 90 – Fone-Fax: (047) 3448-1033
Balneário Barra do Sul – Santa Catarina

Projeto Alimentação Saudável – Prevenção da Obesidade


Balneário Barra do sul - sc


Projeto Alimentação Saudável – Prevenção da Obesidade
Entidade Executadora: E.E.B. Dom Gregório Warmeling
Profissionais Envolvidos : Equipe Pedagógica
Equipe Administrativa
Professores
Alunos
Funcionários
Público Alvo: Alunos Ensino Fundamental e Ensino Médio
Cronologia: Março e Abril

Justificativa:
A obesidade na infância e na adolescência é o problema nutricional que mais rapidamente cresce no mundo inteiro. No Brasil, já temos mais crianças obesas do que desnutridas, e os trabalhos epidemiológicos mais recentes apontam que cerca de 15% dos jovens brasileiros estão acima do peso.Esse quadro alerta para uma série de complicações que a obesidade acarreta, tanto para a saúde atual da criança como quanto fator de risco para doenças crônico de generativas do adulto. Como a obesidade infantil é uma doença de difícil tratamento, a grande arma que possuímos é a prevenção.
A falta de conhecimento também é apontada como prejudicial para a incidência da obesidade em conseqüência afeta a auto-estima e podendo aumentar as chances de contraírem cada vez mais cedo as doenças acima citadas. Além disso, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), “uma criança obesa em idade escolar tem 30% de chance de se tornar um adulto obeso e o risco aumenta em 50% se ela entrar na adolescência com esta mesma composição corporal”.
    A criança necessita ser educada não só fisicamente, mas também como fazer uma boa alimentação, tarefa hoje por proposta curricular ser abrangida de certa forma pelo professor de educação física e de acordo com a idade das crianças, poderão ter vantagens tanto em seus hábitos alimentares, quanto em seus hábitos comportamentais.
Diante do exposto sentimos a necessidade de trabalhar com os alunos quanto a importância de uma alimentação saudável prevenindo a obesidade .

Objetivo Geral:
  • Incentivar as boas práticas de saúde para a melhoria do desenvolvimento integral das crianças, adolescentes e jovens, no âmbito da escola, visando a formação da cidadania e fortalecimento das políticas públicas de saúde educação.
Objetivos específicos:
  • Estimular a prática alimentar e desportiva nos alunos.
  • Caracterizar o sedentarismo como forma inadequada à saúde.
  • Estabelecer relação entre o uso das tecnologias e a qualidade de vida.
  • Conhecer os nutrientes presentes nos alimentos, suas definições e suas funções
  • Reconhecer os componentes de uma alimentação saudável e as vantagens dessa alimentação para a saúde.
  • Identificar o que é IMC, de onde surgiu, quem criou essa fórmula e porque ele determinou essa fórmula correta.
  • Despertar nos alunos a criatividade sobre os textos publicitários.
  • Estimular os alunos à produção de gêneros textuais, focalizando bons hábitos alimentares.
  • Refletir sobre a influência nociva das propagandas americanas sobre a cultura alimentar brasileira.
  • Identificar nas ervas medicinais suas funções em prol de uma vida saudável.
Metodologia :
Iniciamos com Palestra com a nutricionista Letícia ( Responsável pela Nutrição Alimentar da Escola).
Gincana Alimentar ( Equipe da Secretaria de Saúde do Município de Balneário Barra do Sul)
Na sequencia foi realizado oficinas e atividades complementares citados abaixo.

Oficinas
História e geografia
Professores: Reginaldo, Rosangela, Maristela e Magali
Tema:Tecnologia X Qualidade de Vida. Apresentação de slides, textos e data Show.

Ciências e Biologia
Professores: Fabiana e Valdecir
Tema: Os alimentos. Apresentação Power point sobre os nutrientes.Os alunos irão listar os alimentos ingeridos nas refeições do dia anterior e fazer medida das calorias, comparando com as recomendadas diariamente para uma alimentação adequada.

Matemática
Professores Ediumar e Carlos
Tema: IMC, calcular seu IMC.

Língua Portuguesa
Professores: Rosemari, , Claudio , Maria Terezinha
Tema: A influência da mídia na alimentação. Produção de textos, livros de receitas de alimentos de baixa caloria.Trabalhar textos com propagandas com alimentos calóricos.

Inglês
Professores: Ana, Krislene e Renato
Tema: Health Foods Pyramid . Montagem de slides diversos sobre educação alimentar.Comparar a alimentação brasileira com as da cultura inglesa.Prós e Contras.As apresentações serão realizadas em Inglês.

Ensino Religioso, Filosofia , sociologia e Matemática
Professora Tânia,João Roberto e Josiane
Tema: Ervas medicinais e suas funções

Educação Fisica
Professores: Rogério, Silvânia,Elaine e Cristiano
Tema :Tabela de calorias e IMC


Atividades Complementares:
1- Sala Leitura ( textos- pirâmide alimentar, dieta embarcada, o que é obesidade, vegetais e vegetarianismo).
Professora: Lucimara ( matemática) , alunas: Aline, Tainara e Ketlin)

2- Recorte e colagem ( Pirâmide Alimentar).
Professoras: Marileia, Josiane ( Artes e Matemática) .

3-Desenho Livre (Alimentação saudável)
Equipe Pedagógica e alunas do Ensino Médio


4- Alongamento
Professora: Thaize ( Artes) e e aluna Eloyla

5- Laboratório de Informática ( pesquisa dirigida Alimentação e obesidade na Infância e adolescência .
Professor: Raphael

6- Vídeos
Domingo Espetacular obesidade Infantil
Fantástico Adolescentes passam por tratamento para perder peso.
Pirâmide alimentar,
Educação Nutricional
Conhecendo os alimentos com o Sr. Banana.
Professor : Damásio ( Química e Física ), e aluno Jones

7- Lego ( Construção da Pirâmide Alimentar, conforme instruções do livro Lego)
Equipe Pedagógica e alunos Ensino Médio : Matheus e Jéssica

Recursos Materiais
-Dicionário
-Computador
- Microfone
- Data Show
- Maquina fotográfica
- Revistas
- cola, lápis de cor, giz de cera, folha sulfite
- tesouras, plantas medicinais, Lego, prego, madeira
- balança, metro, biombos, textos, embalagens de alimentos,sino, etc.

Avaliação

Será contínua e processual de acordo com o desempenho participação interesse de cada aluno nas atividades propostas.

Referencias Bibliográficas
ALENCAR, marina senti de
Segurança Alimentar: Sua saúde dia – a – dia ,São José:Alvart Editorial,2009. (Publicação Paradidática)
Comunicação Interna Circular nº 013/12 enviada em 08/02/2012.
Domingo Espetacular obesidade Infantil
Fantástico Adolescentes passam por tratamento para perder peso.
Pirâmide alimentar,
Educação Nutricional
Conhecendo os alimentos com o Sr. Banana.

23 março 2012

Atividade de Prevenção da Obesidade - EEB Juracy Maria Brosig

Escola Profª Juracy Maria Brosig

Relatório – “Semana Saúde na Escola”

As professoras das Séries iniciais juntamente com a professora de Biologia (Silvana), reuniram-se e montaram um projeto “Nutrição”, que foi
hábitos de boa alimentação.
As professoras iniciaram o projeto passando um vídeo sobre alimentação saudável. Segundo os alunos o vídeo era muito divertido e eles adoraram.
As primeiras séries desenvolveram atividades como caça-palavras usando o nome de verduras e legumes, músicas, texto informativo sobre alimento orgânico, debates e exposição de bichinhos confeccionados com legumes e desenhos, além da realização de um pique-nique.
Nas segundas séries foi proposto o desenho “A Batalha dos vegetais”, composição plástica com legumes e frutas; a higienização de alimentos, o teatro de fantoches, mural com os grupos alimentares (energéticos, construtores e reguladores), gráficos e calendário, entre outras atividades.
História em quadrinhos, caricaturas, dobraduras, amigo secreto de frutas, confecção de cartões, elaboração de textos (depoimentos e histórias reais), mesa de frutas e preparação salada de frutas, mural sobre os alimentos saudáveis e pesquisa sobre dietas alimentares foram as ações desenvolvidas com os alunos das terceiras séries.
Já nas classes de quarta série e 5º ano foram promovidas reflexões e debates sobre alimentação saudável, construção da Pirâmide Alimentar ; mural sobre os princípios da alimentação saudável e pesquisa sobre dietas alimentares. Foram escritos textos e trabalho sobre nutrição.
No Ensino Médio a professora de Biologia, Silvana, trabalhou obesidade, diabetes, aneroxia e bulimia.
A professora usou recursos como vídeos, internet e aula expositiva.
Foi feito uma técnica:
  • Foi entregue aos alunos papéis com nome de alimentos que deveriam ser pontuados;
  • Os alunos circularam entre eles com música. Quando a música parava os alunos copiavam o alimento que o amigo tinha.
  • No final, cada um fez a soma de seus alimentos e foi discutido na sala quanto se consome e qual a necessidade real e o tipo de alimento que é consumido.
  • Também foi feita a relação entre os alimentos inadequados e as doenças.

  • Ao final do projeto cada dupla fez um panfleto sobre alimentação saudável.

O que é alimentação saudável?
Depois de muita pesquisa, os estudantes descobriram que alimentação saudável é a dieta composta de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, cálcio e outros minerais, como também rica em vitaminas. A dieta saudável deve ter todos os tipos de alimentos, sem abusos e também sem exclusões.
Variar os tipos de cereais, carnes, verduras, legumes e frutas, e alternar as cores dos alimentos, é outra dica fundamental. Um prato bem colorido, reunindo vitaminas e sais minerais, também pode ser sinônimo de qualidade.







Polícia apura omissão de professores em agressão a aluno gay


A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Santo Ângelo, na região noroeste do Rio Grande do Sul, investiga o caso de um estudante de 15 anos que foi agredido por um colega de aula supostamente por ser gay. De acordo com a delegada Elaine Maria da Silva, serão ouvidos nos próximos dias os professores que teriam presenciado a agressão.
Segundo relato do jovem, um colega o atingiu com socos e pontapés na saída do colégio, no dia 13 de março. Há apenas um mês na Escola Estadual Onofre Pires, ele disse que desde o início das aulas sofria ofensas verbais da turma e inclusive de professores. A delegada afirmou que o estudante confirmou que alguns educadores teriam presenciado às ameaçadas e não teriam feito nada para impedir. "Vamos ouvir os educadores e o menino agressor também. Em 30 dias devemos concluir o procedimento e encaminhar ao Ministério Público". Ela disse ainda que o agressor, que também tem 15 anos, pode ser punido com medidas socioeducativas.
O caso do estudante tomou repercussão na internet após o estudante agredido ter encaminhado um e-mail à Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) contando o drama. "Eu tenho medo que aconteça alguma coisa comigo, eu queria que alguém me ajudasse! Antes que eu virasse mais nas estatísticas de LGBT mortos, às vezes eu sinto que ninguém gosta de mim e que a única solução pra mim é me matar", escreveu no e-mail.
Após registrar o boletim de ocorrência, os pais do estudante decidiram transferi-lo para uma escola particular da cidade. O coordenador estadual do Comitê de Combate à Violência nas Escolas da Secretaria de Educação, Alejandro Jelvez, se reuniu com a equipe diretiva da escola Onofre Pires e ficou definido que os professores envolvidos com o caso serão ouvidos para apurar se foram negligentes com o caso. Ele disse ainda que a Secretaria de Educação vai promover palestras para os professores da escola sobre como lidar com a violência e sobre a homofobia. Jelves garantiu que o estudante agredido, assim como o agressor, receberão acompanhamento psicológico.
ABGLT faz campanha para incentivar alunos a denunciar homofobia
A ABGLT está divulgando uma campanha para incentivar os estudantes vítimas de homofobia nas escolas a denunciar as agressões. "Se você é um estudante LGBT e foi vítima de bullying homofóbico ou qualquer outro tipo de agressão física ou simbólica na escola, denuncie", diz o cartaz da campanha.

A entidade recomenda os estudantes que registrem um boletim de ocorrência em caso de agressão, liguem gratuitamente para o Disque 100, e ainda enviem a denúncia para presidencia@abglt.org.br, para que possa acompanhar os casos. Segundo a ABGLT, a campanha é motivada pelo aumento do número de casos de alunos vítimas de homofobia no ambiente escolar.[Fonte: Terra]



Pesquisa personalizada