Pesquisa personalizada

OUÇA TEMAS DA BÍBLIA AGORA:

REALIZE UMA CAPACITAÇÃO, PALESTRA OU OFICINA SOBRE INDISCIPLINA, BULLYING E ATO INFRACIONAL:

Pesquisa personalizada

07 julho 2008

Atividade: EEB Francisco Eberhardt

Escola de Educação Básica “Francisco Eberhardt”

Tabagismo

Mariléia Baartz
Suelen Rosane Habeck

Joinville, 19 de Junho de 2008

Trabalho apresentado à disciplina de Língua Portuguesa e Literatura, para a obtenção da nota parcial referente ao 2º bimestre, sob a orientação da professora Suely Bräunert Senhorinha. Joinville, (SC)

SUMÁRIO
Introdução
Tabagismo
Técnicas comerciais
Advertências sobre o cigarro
Doenças causadas pelo tabaco
Fatos sobre a maconha
Efeitos das drogas
Considerações finais

INTRODUÇÃO
Tabagismo é o vício de fumar tabaco, ou seja, cigarro. Esse vício mata milhares de pessoas por ano devido as grandes conseqüências que consigo trás.
O cigarro contém inúmeras substâncias nocivas ao ser vivo, por isso não prejudica apenas quem fuma, mas também as pessoas que consigo convivem, pois quem inala a fumaça do cigarro, ingere mais substâncias do que quem está fumando.
O tabaco é a única droga legal existente no Brasil, e é também a que mais mata.
A maioria dos fumantes começa a fumar com 18 anos, por vários motivos, depressão, stress, trabalho...
As propagandas sobre cigarro, que são bem diferentes entre si, induzem principalmente crianças, que futuramente poderão se tornar fumantes.
Mas o tabagismo não é a única droga que mata no Brasil, as drogas ilegais, como a maconha e a cocaína, entram no país de diferentes modos e seus usuários são de diferentes idades e classes sociais.

TABAGISMO
O cigarro é um dos produtos mais vendidos no mundo. As fabricas de cigarro tem um lucro impressionante, mas também tem um problema, os seus melhores clientes morrem um a um, por ingerir esse produto.
O cigarro é a única droga que é legalizada, e liberada. Ele mata muito mais pessoas do que as drogas ilegais. No mundo todo, três milhões de pessoas morrem por causa do cigarro, ou seja, a cada minuto morrem seis pessoas.
Hoje, o tabagismo está atingindo cada vez mais os jovens o que se torna um problema ainda maior, pois a maioria das pessoas começam a fumar por volta dos 18 anos.
A Ásia é o continente que possuí o maior índice de consumo de cigarro do mundo, eles consomem 1,6 trilhões de cigarros por ano, um terço do total consumido no mundo.
O mercado que vende o tabaco é muito competitivo, publicando o cigarro de uma forma que seduza as pessoas, e não as faça pensar no perigo a sua saúde que é o tabagismo.

TÉCNICAS COMERCIAIS
Apelo sexual ou glamour: O uso de pessoas bonitas, quer fazer com que você compre o produto.
Abordagem coletiva: Todos estão usando o produto e, se você não usar, vai ficar de fora.
Diversão e esportes: Quer fazer você pensar que se divertira mais ou será melhor nos esportes se usar o produto.
Pesquisa: Este tipo de comercial afirma, que as pesquisas demonstram que o produto é eficaz, ou diz que, pesquisas de opinião mostram que a maioria das pessoas prefere este produto.
Testemunho: Uma pessoa famosa ou de autoridade, assim como um médico, ou celebridade nacional, fala dos benefícios de um certo produto ou usa em propagandas.
Apelo ao esnobe: A pessoas ricas usam esta marca mesmo que ela custe mais caro, afinal, elas merecem.
Humor: Comerciais usam piadas, cenas, pessoas ou animais engraçados para vender seus produtos.
A publicidade do cigarro seduz principalmente crianças e adolescentes, que se deixam conduzir pelas figuras bisaras apresentadas em sua propaganda. Como por exemplo: na Geórgia (EUA) um estudo realizado na Faculdade de Medicina constatou que 91% das crianças de seis anos de idade que foram avaliados conheciam, o camelo fumante, usado nas propagandas de cigarro.
Mas não apenas quem fuma que está sujeito a doenças, as pessoas que inalam a fumaça do cigarro tem 30% de risco de câncer de pulmão, tem 24 vezes maior risco de infarto do coração, e quando criança, poderá ter maior freqüência de resfriados e infecções das vias aéreas, sendo que 50% das crianças no mundo estão expostas ao cigarro (OMS).

ADVERTÊNCIAS SOBRE O CIGARRO
Em 2002, o governo estampou nos maços de cigarros frases, impressionantes e horríveis de problemas causados pelo tabagismo.
O Ministério da saúde adverte:
Essa necrose dói causada pelo consumo de tabaco.
Fumar causa impotência sexual.
Crianças que convivem com fumantes tem mais asma, pneumonia, sinusite e alergia.
Fumar causa aborto.
Fumar causa doença vascular que pode levar a amputação.
Fumar causa câncer de laringe.
Fumar causa câncer de boca e perda de dentes.
Em gestantes, o uso do tabaco provoca partos prematuros e o nascimento de crianças abaixo do peso normal.
Fumar causa câncer de pulmão.
Ao fumar, você inala arsênico e naftalina, também usados contra ratos e baratas.

DOENÇAS CAUSADAS PELO TABACO
Fumar causa varias doenças, como mostra esta pesquisa realizada com relação ao fumo e a saúde:
Câncer de Pulmão: 87% das mortes por câncer de pulmão ocorrem entre os fumantes.
Doenças Cardíacas:os fumantes correm um risco de 70% maior de apresentar doenças cardíacas
Câncer de Mama: as mulheres que fumam 40 ou mais cigarros por dia têm uma probabilidade 74% maior de morrer de câncer de mama.
Deficiências Auditivas:os bebês de mulheres fumantes têm maiores dificuldades em processar sons.
Complicações da Diabetes: os diabéticos que fumam ou que mascam tabaco correm maior risco de ter graves complicações renais e apresentam retinopatia (distúrbios da retina) de evoluções mais rápidas.
Câncer de Cólon: dois estudos, com mais de 150.000 pessoas mostram uma relação clara entre o fumo e o câncer de cólon.
Asma: a fumaça pode piorar a asma em crianças
Predisposição ao Fumo: as filhas de mulheres que fumavam durante a gravidez têm quatro vezes mais probabilidade de fumar também.
Leucemia:suspeita-se que o fumo causa leucemia mielóide.
Contusões em Atividades Físicas: segundo um estudo do Exército dos Estados Unidos, os fumantes têm mais probabilidades de sofrer contusões em atividades físicas.
Memória: doses altas de nicotina podem reduzir a destreza mental em tarefas complexas.
Depressão: psiquiatras estão investigando evidências de que há uma relação entre o fumo e a depressão profunda, além da esquizofrenia.
Suicídio: um estudo feito entre enfermeiras mostrou que a probabilidade de cometer suicídio era duas vezes maior entre as enfermeiras que fumavam.
Outros perigos a acrescentar à lista: câncer da boca, laringe, gargantas, esôfago, pâncreas, estômago, intestino delgado, bexiga, rins e colo do útero, derrame cerebral, ataque cardíaco, doenças pulmonares crônicas, distúrbios circulares, úlceras pépticas, diabetes, infertilidade, bebês abaixo do peso, osteoporose e infecções dos ouvidos. Pode-se acrescentar ainda o perigo de incêndios, já que o fumo é a principal causa de incêndios em residências, hotéis e hospitais.
O Pulmão e o Coração:
O pulmão humano é composto de pequenos glóbulos chamados alvéolos. O fluxo de sangue e a irrigação sangüínea entre o coração e o pulmão são intensos. A fumaça do cigarro prejudica diretamente o funcionamento do sistema coração-pulmão. Com o passar do tempo os alvéolos pulmonares vão sendo cimentados pelos componentes da fumaça do cigarro, deixando de fazer sua função. O organismo então passa a ter menor oxigenação dos tecidos, resultando em maior facilidade de cansaço para o fumante. O cigarro também causa inúmeros danos ao coração, tal como infarto.
Uma estatística feita sobre o cigarro mostra, que hoje morrem no Brasil mais de 300 pessoas por dia pelo hábito de fumar. A Organização Mundial de Saúde prevê que, se nada for feito, em 2020, mais de 10 milhões de pessoas iram morrer por causa desse vício, por ano.
Mas ainda nem tudo está perdido, pois já estão fazendo produtos, medicamentos, grupos de apoio e terapia, que auxiliam a pessoa a parar com o vício.
Exemplos de medicamentos são os chicletes e adesivos de nicotina, que seriam usados invés dos cigarros, eles iriam repor a nicotina, mas em menor quantidade, sendo esta sempre diminuída, até não necessitar mais de seu uso.
Milhões de pessoas já conseguiram se libertar desse vício, a nicotina, por isso saiba que:
Os sintomas de abstinência podem incluir ansiedade, irritabilidade, tontura, dor de cabeça, insônia, distúrbios estomacais, fome, fortes desejos de fumar, talvez por causa de um momento estressante (lembre-se de que o impulso em geral passa dentro de cinco minutos), dificuldade de concentração e tremores. Isso não é nada confortável, mas os sintomas mais intensos duram apenas alguns dias e vão desaparecendo à medida que o corpo vai se livrando da nicotina.
Analise sua rotina para ver quando você procurava um cigarro e altere esse padrão, pois a mente estava condicionada por comportamentos associados ao fumo. Por exemplo, se fumava logo após as refeições, crie a determinação de levantar-se logo em seguida e caminhar ou lavar os pratos. Se estiver desanimado por causa de recaídas, não desista.O importante é continuar tentando.
Parar de fumar é uma coisa. Largar de uma vez por todas o fumo é outra coisa. Estabeleça alvos de abstinência: um dia, uma semana, três meses, para daí então parar de fumar para sempre.
Se a idéia de engordar o incomoda, lembre-se de que os benefícios de parar de fumar superam esses quilinhos a mais. É bom ter frutas e hortaliças à disposição. E beba muita água.

E falando em benefícios ao parar de fumar saiba mais sobre isso:
Vinte e cinco minutos depois de deixar o cigarro, a pressão arterial e os batimentos cardíacos retornam ao normal
Um dia depois de largar o vício, as chances de infarto começam a se reduzir
Após três dias, há um aumento da capacidade respiratória e seu paladar degusta melhor a comida.
De duas a 12 semanas a circulação sangüínea melhora
No intervalo de 1 a 9 meses a tosse e as infecções das vias aéreas vão cessando. A capacidade física melhora
Em um ano diminui o risco de doença coronariana em 50% Em dez anos caem as chances do aparecimento de câncer, e o risco de infarto cai pela metade.
No período de dez a 15 anos o perigo de desenvolver problemas cardíacos se iguala ao de uma pessoa que nunca fumou.

FATOS SOBRE A MACONHA
Efeitos na saúde:
Fumar maconha causa problemas respiratórios;
Usuários de maconha, contraem mais resfriados e problemas das vias aéreas superiores;
A maconha afeta o corpo, especialmente o cérebro;
Alguns exemplos são:
- perda de memória recente;
- perda da capacidade de se concentrar;
- diminuição da capacidade de calcular distancia, velocidade e tempo de reação que são importantes nos esportes ou mesmo quando se anda de bicicleta.
Fatos relacionados ao uso da maconha:
A maconha pode causar dependência;
Há mais alcatrão na fumaça da maconha do que na fumaça do cigarro;
Usuários da maconha apresentam maior risco de câncer;
A fumaça da maconha contem 50 a 70% a mais de alguns produtos químicos cancerígenos da que a fumaça do cigarro;
A maconha é ilegal no Brasil.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
A maioria dos fumantes tem noção dos problemas que o cigarro trás, como o câncer de pulmão, boca, laringe, necroses, abortos, entre outros.
O tabagismo não é um vício que não tem cura, para os fumantes que realmente querem se livrar do vício, existe medicamentos e terapias para ajudar, mas nada vai adiantar se a pessoa não tiver vontade de acabar com seu vício.
O número de mortes pelo tabagismo é inacreditável, mas o que falta não é apenas conscientização, pois disso se vê na propaganda na televisão, nas caixas de cigarros, o que também falta é força de vontade, e muitas pessoas deixarem de serem conduzidas por outras, pois mais que digam que drogas não prestam.
Por isso, se conscientize ,e de o exemplo, não fume, e assim diga, sim a saúde, e conseqüentemente terá uma vida sã, e Vera ela de outra forma. Pense antes de qualquer ato, pois senão arque com suas conseqüências, não muito tarde assim você compromete a sua própria vida.


Escola de Educação Básica Francisco Ebehardt

TABAGISMO

Ana Rita kohn
Gisele Carine Hoffmann
Jéssica Aline Galdino
Taline Zonatto de Godin
Thais Mariane de Farias

Joinville, 19 de Junho de 2008.


Drama de um apaixonado

Quando conheci tinha 16 anos, ele eu não sei:
Fomos apresentados por um carinha que se dizia meu amigo.
Foi amor à primeira vista. Ele me enlouquecia, nosso amor chegou a um ponto que eu já não conseguia viver sem ele, mas era um amor proibido.
Meus pais não aceitavam e passamos a nos encontramos escandidos. Até que não dava mais.
Fiquei louca, eu não queria, mas não podia, eu não queria me afastar dele.
Eu estava presa a ele, não sabia mais viver sem ele.
Perdi meu emprego ,emagreci estava desaparecendo ,passava mal, mas precisava dele.
Estava viciada, precisando dele.
Hoje tenho 39 anos.
Sou inútil e vou morrer logo.
Abandonado pelos meus pais, meus amigos e por ele.
Seu apelido: Cigarro
Seu nome: Tabaco
Meu amor minha vida minha destruição e minha morte devem a ele!


Porque fumar?!

Porque não fumar?
Porque fumar?
Porque um pedaço de papel me dá tanto prazer?
Porque agora que comecei não consigo parar?
Porque sei que faz mal, mas não paro?
Porque teu perfume ó cigarro me faz sentir tão diferente? Porque não consigo me livrar de ti ó erva incitante?
Por que tantas pessoas morrem vítima de teus beijos incontroláveis?
Porque não proíbem tua venda?
Porque não te expulsão de nossa sociedade?
Porque você é tão popular, droga acessível, você esta na praça no shoping, no restaurante, em todos os lugares? Por que você me enganou, me prometendo popularidade e preencher o meu vazio?
Porque você levou meu pai, afetando seu pulmão e sua vida?
Porque tantas pessoas te procuram, e não consegue mais te deixar?
Porque cartazes para locais de fumantes?
Porque você cigarro pode ser usado livremente sendo que é uma droga?
Porque não te destroem e salvam milhares de vidas?
Porque você garante dinheiro a uma sociedade que se a outro destrói?
Porque você é a causa de destruição e morte?
Talvez seja porque as pessoas não acham as respostas.
Cigarro droga acessível, causadora de doença e morte.

Autora: Jéssica Aline Galdino.


Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada